30 de jul de 2014

MECDaisy - o livro falado para deficiente visual

Mecdaisy é um programa criado pela equipe do professor da UFRJ Antonio Borges, encomendado pelo MEC - Ministério da Educação e Cultura, para facilitar a leitura dos deficientes visuais.


Daisy é Digital Accessible Information SYstem, e foi criado pelo mesmo consórcio que criou o epub, o ebook que é o livro digital sem usar pdf. Ele usa HTML, XHTML, SMIL e tem uma estrutura fundamental sobre a qual pode-se criar a estrutura do livro falado.


Se voce procurar um pouco pela web, vai encontrar varios programas que reproduzem em som o texto escrito, porém, eles não disponibilizam o idioma portugues-br.


 A base do MECDaisy é o DTBook (Digital Talking Book), um programa que reproduz o arquivo criado pelo plugin conversor em som, e como o plugin não é brasileiro, isso complica a reprodução exata das palavras, mas existem saídas para melhorar a pronúncia, fazer com que o computador leia corretamente um texto.
Nos arquivos disponibilizados como exemplo, a maioria são livros de autores romancistas, onde o texto é bem simples.
O problema começa quando voce quer usar algumas abreviaturas que o programa não consegue reproduzir, mesmo que voce insira a correta pronúncia dessas palavras, e aumenta muito esse problema quando voce coloca na mesma frase palavras em portugues e em outro idioma: uma citação, uma bibliografia onde voce cita os títulos de livros estrangeiros, por exemplo.




 No programa tocador MECDaisy tem como escolher qual idioma voce quer ouvir o seu texto, mas isso só é válido para o texto inteiro. Primeiro voce escolhe o idioma e depois o texto. 
Um pequeno detalhe, ele vem apenas com uma voz. Você se vira para arrumar as outras.


 Com atalhos muitos úteis, o programa descreve o que voce pode fazer.


 E apresenta as informações do livro.


É um programa muito bom e super necessário, mas que infelizmente ficou devassado, por culpa apenas do governo em não investir na sua atualização, enquanto os outros programas são atualizados anualmente, o MECDaisy permanece igual depois de tantos anos após sua criação, e assim, mais uma vez, os deficientes visuais vão ter que esperar mais um bom tempo pra ter a ferramenta necessária, aliás, já está sendo substituida pelo Windows, que não pára e já tem o seu softwere leitor.
Só não sei, não testei, se ele conseguiria ler corretamente uma frase onde tivesse palavras de 2 ou 3 idiomas diferentes.
Por exemplo: "O livro The book is on the table será lançado pela editora Bonjour - Livre de l'élève, cujo prefacio A buon intenditor poche parole, da autora Chiara Micciagio, e foi descrito pelo jornal Die Zeit como Das Hauptproblem des Jahrzehnts".
Outro pequeno detalhe é o EPUB 3, que além de animação, layout fixo e interatividade, pode também incluir som.
Coitado do nosso novo e já ultrapassado MECDaisy.