18 de dez de 2008

Interagindo de verdade, mesmo sem Skype

Olha aí.
Por que ninguem usa o Skype?
É telefone de graça com direito a imagem e tudo em qualquer parte do mundo.To procurando todos e não encontro ninguem.

Tambem ninguem liga pro meu telefone do Virtua que é de graça.
Mas o skype?Por que não usar?

Pra Raquel que tá em Portugal, pra minha familia que tá em Jardinópolis, pra minha musa que tá no Alaska. Pra outra que tá em Niteroi, praquela que tá em Curicica, Quintino, Madureira ou Nova Iguaçu?
Ninguem usa isso aqui? Por que não?
Pros amigos chegados, que estão pertos mas a gente nunca se vê.
Por que não?

O gente dificil essa, acho que existem tantos meios de comunicação que a gente acaba não se comunicando. Tá cada um num canal, numa trilha.
É mais facil bater um papo com a Kryrioghtsh lá da Rthgrasfrthkonm do que encontrar alguem conhecido.
O chato é que não tenho a mínima idéia do idioma que a Kryrioghtsh fala no Rthgrasfrthkonm.
É dificil paca.

Mas tá no Skype
E de graça!!!
Com câmera e tudo

E eu brigando com um plano do NetFone que só me ferra.
Com tarifas VIRTUAIS até não acabar mais.
Conexão medonha que despenca toda hora, enquanto só penso que já passou do tempo de pular fora.
E o Skype aí, sem uso, a espera de de algum conhecido dê o ar da graça.

A internet conecta voce com o mundo inteiro, só que antes, voce precisa gastar uma boa grana pra fazer essas conecções, encontrar quem tá conectado que voce conheça ou te interresse, dar um jeito de interagir com essas pessoas, descobrir como se conectar com elas e finalmente, descobrir como fazer pra pagar uma grana preta pra não ter problemas de conexão e aí sim, é que realmente é o finalmente: descobrir se tem alguma coisa que te interesse, além dos mapas fotograficos, filmes, museus, cidades, praias, enfim, uma enxurrada de informações.
Tudo alí ao alcance de um simples click.
É só voce descobrir pra que!

Sem o Skype, melhor desligar o computador e ir pro buteco da esquina bater papo.

E ver a vida passando e voce fazendo parte dela. Interagir, pra mim, é isso aí.

Nenhum comentário: